quarta-feira, 19 de março de 2014

Araguari promove anualmente maior Feira Nacional de Irrigação da Cafeicultura

Fenicafé reúne cerca de 20 mil interessados no agronegócio café

Pesquisadores, produtores, empresários da agroindústria, profissionais do agronegócio e estudantes estarão reunidos na Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura – Fenicafé 2014, a maior feira de irrigação e tecnologia para a cadeia produtiva cafeeira, a ser realizada de 18 a 20 de março, em Araguari. 

O evento congrega três grandes encontros: Simpósio de Pesquisa de Cafeicultura Irrigada, Feira de Irrigação de Café do Brasil e Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado. A organização é da Associação dos Cafeicultores de Araguari – ACA, com apoio da Embrapa Café, do Consórcio Pesquisa Café, da Universidade de Uberaba - Uniube e da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, entre outros.

Com um público médio de 20 mil pessoas vindas de mais d­e 100 cidades brasileiras, e com aproximadamente noventa expositores de produtos e serviços voltados ao setor e volume de negócios superior a 28 milhões de reais, a feira é uma excelente oportunidade de atualização e geração de negócios.

Dos vários temas que serão apresentados, muitos contemplam tecnologias desenvolvidas no âmbito do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, como “Inovações na Poda do Cafeeiro” – palestra apresentada pelo especialista em café Roberto Antonio Thomaziello; “Inovações nas tecnologias de aplicação de defensivos para controle de pragas e doenças” – palestra apresentada pelo pesquisador do Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (IAC) Hamilton Humberto Ramos; “Como irrigar o café em condições de escassez de água” - palestra apresentada pelo pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e extensão da Universidade de Uberaba (Uniube), André Luís Teixeira Fernandes, e “Novidades da Pesquisa Cafeeira” – palestra apresentada pelo Engenheiro Agrônomo da Fundação Procafé José Braz Matiello. Serão apresentados também workshops “Qualidade do Café – aspectos técnicos” e “Qualidade do Café – mercado internacional”.

via Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café